14 de setembro de 2009

Ouvido ou temperamento?


Na semana passada a professora da escolinha veio me dizer que acha que o Miguel não escuta muito bem e que eu deveria leva-lo ao médico. Eu respondi que em casa só falamos português e que por isso ele ainda não entende bem o alemão. Imediatamente ela me disse que ele não entende nem o nome dele (eu que não vou falar mal do sotaque delas, né?). Na hora meu coração de mãe ficou um pouco apertado e apreensivo, mas levando em consideração que o comentário diz respeito ao Miguel, é bem mais provável que ele esteja fingindo que não está escutando, afinal brincar é bem mais divertido que qualquer outra coisa. Quer um exemplo: se eu susurro o barulho do trem ou o "muuu" da vaquinha, ele imediatamente ri, se eu digo "vamos tomar banho" ele corre para o banheiro, mas se eu digo "vamos comer" ou "isso é perigoso ou proibido" ele faz absoluta questão de não me ouvir. Outra coisa que reparamos é que ele é muito concentrado, então se ele estiver assistindo desenho ou fazendo alguma atividade, nem se eu falar as palavras mágicas "pirulito, pizza, balinha" ele vai me escutar.

No Brasil, assim que a criança nasce, é realizado o teste da orelhinha e através dele é possível detectar precocemente se a criança tem ou não problemas auditivos, sendo possível então intervir e minimizar os prejuízos bem cedo. Nós fizemos esse teste no Brasil depois do nascimento do Miguel e estava tudo normal, mais um motivo para não me preocupar. Claro que não basta fazer o teste, é preciso acompanhar com atenção o desenvolvimento da criança (coisa que eu e o Bebeto fazemos). Uma coisa que me preocupa as vezes é o fato do Miguel não falar quase nada, mas isso ainda está normal para a faixa etária dele, principalmente pelo fato do Miguel ter contato com duas línguas. Sem falar na preguiça, né? Sim, ele é preguiçoso e já é muito perceptível essa "qualidade" dele. Conheci uma pedagoga um dia desses e ela em menos de 20 minutos com o Miguel, me pediu desculpas e disse: "Mas que menino preguiçoso esse, hein? Não fala por que tem preguiça!". Eu morri de ri, afinal ela só constatou o que tinhamos percebido a tempos.

Mas para não ficar nenhuma minhoquinha na minha cabeça de mãe, vamos leva-lo ao médico para fazer o teste da orelhinha aqui na Alemanha. E depois disso, vamos ter a prova documentada de que ele herdou a concentração e a preguiça de alguém da família (mas nem adianta perguntar por que não conto de quem, viu?).

6 comentários:

Flavia disse...

estou aqui rindo sozinha, imaginando como essas professoras devem falar o nome Miguel... hahahaha,

ele não tem nada no ouvidinho, e nem é preguiçoso, o que sim ele é , é esperto, e quer fazer as coisas no tempo dele.

beijos

Lúcia Soares disse...

Oi, Liza. Fêz o certo: na dúvida (embora não a tenha)o melhor é consultar o especialista.
Vai dar que está tudo bem, pode esperar! Bj

Paula disse...

melhor não arriscar né?
e se teimarem que é algum problema de audição vc tem como provar que não é!

Janete disse...

Miguel está bontinho! Até que benfim esse cabelo dele cresceu.Preguiçoso igual vc? rs

arlete soffiatti disse...

A Lara só ouve o que quer. Quanto anos tem o Miguel? Na escola da Lara entrou uma menininha que tem quase 4 anos e só fala Mama e da. Ela ouve super bem, entende o que a gente fala, mas parece muda.Ja foi descartada a existencia de problemas fisicos. Mas a mãe dela "entende" e faz o que ela quer bastando ela dizer essas palavras. Então, pra que falar além disso? Só que na escola, quando ela não consegue o quer quer so falando isso, tem um ataque.
A Lara, antes de operar, estava com dificuldade de escutar, pois vivia gripada e com muco no ouvido. Agora esta otima, só responde quando quer ou quando a gente faz chantagem. Aiaiai Depois dizem que criança não tem a manha da manipulação. Tá bom.
Bjs

Lucia Cintra disse...

Achei gozado o Miguelzinho peneirar as coisas que quer escutar, rs. E sera que nao entende seu nome por elas o pronunciarem diferente? Aqui eh RARO as pessoas conseguirem pronunciarem meu nome certo, se fosse com uma crianca, acho que essa nao iria atender quando chamada.

Mas voces estao certos em leva-lo ao medico, a gente nunca se sabe, ne? bjos