1 de março de 2010

Fim de semama de visitas e início de uma nova rotina

Fiquei o fim de semana todo sem passar por aqui. Não me faltou inspiração e nem o que escrever, mas o tempo foi escasso. Hoje tenho tempo, mas me falta inspiração. Vai entender! Então vou escrever por alto os acontecimentos dos últimos dias que foram muito especiais.

Na sexta recebi a visita de uma das primeiras amigas que fiz na Alemanha. Quando cheguei aqui sem falar inglês ou alemão, nos comunicavamos com mímicas ou com o Bebeto traduzindo, mas mesmo sem palavras conseguimos estabeler uma relação de muito carinho. Ela passou a tarde toda aqui me garantindo momentos muito agradáveis. Passamos horas jogando papo (em alemão) para o ar, falamos de moda, família, casamento, trabalho, comida. Combinamos de nos encontrar com mais frequência, se tudo der certo uma vez por semana o que certamente fará muitíssimo bem para nós duas. Estou torcendo por isso.

No fim de semana recebemos a visita de um brasileiro que está vindo morar seis meses aqui na cidade. Ele me conheceu através do blog, trocamos vários emails e nos conhecemos pessoalmente quando estivemos no Brasil. Ele está super empolgado com a sua chegada aqui e acabou nos contagiando com a energia e alegria dele. Ele passou dois dias aqui conosco e conversamos tanto que acabamos nem saindo de casa. Ele é engenheiro como o Bebeto, então o papo que prevaleceu foi a engenharia, mas pasmem, ele fala de um jeito tão fácil de entender que já até sei como funciona um no-break, uma corrente continua e alternada e um storage. Ah, ele me trouxe um presente tão lindo do Brasil que merece um post separado, pois primeiro vou fazer umas fotos por que tenho certeza que todo mundo vai adorar.

Hoje foi o primeiro dia do Miguel na escolinha aqui de Furtwangen. Ele já tinha frequentado uma creche enquanto eu fazia o curso de alemão, mas tinha saído em outubro. Ele simplesmente adorou e como da vez anterior não nos deu trabalho nenhum para ficar lá. Pelo contrário, ameaçou chorar quando nos despedimos dele, mas antes de atravessarmos a porta, já estava novamente brincando com os carrinhos. A professora dele, Simone, é um amor e nos tranquilizou de todas as maneiras. Quando saiu da escolinha, o Miguel caminhou comigo até o supermercado (coisa que normalmente não faz pois só quer colo) falando sem parar e transbordando felicidade. Tenho certeza que essas 3 horas e meia que ele vai passar todos os dias na escola fará muito bem para nós dois. Para ele que vai conviver com outras crianças e fazer várias atividades que ele não faz aqui e para mim que vou ter tempo de colocar meu alemão em dia (será que a coragem vai deixar?).

2 comentários:

Eve disse...

Que bom que ele se adaptou bem.
Criança adora crianças. rsrs

E é bom um tempo pra mamãe tb, mesmo que seja para treinar o alemão. =P

E vc falando de amigas, hein? rs

Bjs!

Lucia Cintra disse...

Que bom, Liza. Acho importante as criancas terem uma vida social tb e fico contente de saber que ele se adaptou super bem.

E que gostoso receber visitas assim! Eu simplesmente adoro! bjos