20 de setembro de 2010

É dia de (des)faxinar!

Sabe aqueles dias que você precisa ser mulher maravilha? Hoje meu dia foi assim. Estávamos esperando um homem da imobiliária que viria olhar o apartamento (ah, acho que não contei que vou mudar, né?) e por isso a casa tinha que estar impecável. Ou seja, faxina em pleno domingo, já que hoje também era meu primeiro dia de trabalho lá no asilo (também não falei que ia ajudar lá no asilo né? Fez um bem danado para o alemão e para a minha alma. Como é bom dar e receber amor).

Já viu alguém animar fazer faxina no domingo? Nem eu! Claro que empurrei tudo para hoje, exceto catar todos os brinquedos do Miguel com a ajuda dele e do papai. Trabalho inútil, já que a chave do Bebeto sumiu misteriosamente no fim de semana e tivemos que também inutilmente jogar todos os brinquedos para fora da caixa em busca da chave perdida. Depois é claro do despertador ter tocado e a gente ter dormido de novo, perdendo a hora e atrasando os compromissos dos três. Lei de Murphy?

Com meus super poderes de mulher maravilha, consegui colocar tudo em ordem a tempo do homem chegar, mas confesso que estou um caco. Agora olhando tudo no lugar, estou me perguntando onde vou encontrar coragem para "desarrumar" tudo novamente ainda em busca da chave. Acho que nem usando meus super poderes vou conseguir descobrir um outro jeito do buraco negro devolver. Então o jeito é (des)faxinar e sem perder o humor, afinal hoje é segunda feira e a semana só está começando!

Fonte imagem: Google

8 comentários:

Lúcia Soares disse...

Ai, Liza, que trabalheira!
Vai ver, esta chave está num bolso de roupa...
Aqui em casa falo pra todo mundo: "Perdeu, tem que procurar até na privada!"
Incrível como o pai e os filhos NUNCA conseguem achar nada! Posso falar:"Está na sua gaveta, do lado esquerdo, embaixo de..."
Vai lá, procura, fala que não está. Vou lá, acho e falam: "Ah, não estava aí não, você achou em outro lugar!" rsrsrrs
Só mudam de endereço?
Beijão e boa arrumação, pela segunda vez.
Mas conta aí da mudança e do asilo.

Eve disse...

Para tudo agora! Como assim vc vem me falar de desfaxina quando o principal vc ainda não contou, hein? hein?
Conta aí do trabalho no asilo e da mudança. Não saio daqui enquanto você não falar sobre isso, já!!
Bora, desenbucha! hahahahahahhaha

Bjs!

Gisley Scott disse...

Quando eu vi essa figura, taquei a risada, principalmente do cachorro,kkkkkkkkkkkkk! Né brinquedo não!!! Mas vai dar tudo certo, com calma vc acha e lembre-se do que eles dizem: sempre parece estar nos lugares que geralmente não damos importância!

pergunta: como foi que vc fez pra colocar ads no seu blog? Como é esse processo? Poderia pegar mais informações com vc?

Bjos

Paloma disse...

heheeheh...eu não posso falar muito, porque eu amo arrumar coisas e fazer faxina! e que bom saber que você está ajudando no asilo. Queria muito ter também um tempinho livre pra algo assim. bjo
Paloma e Isa

Beth/Lilás disse...

haha
Liza, teu texto está engraçado!
Mas, imagino a confusão para achar a bendita chave e é sempre assim, quando a gente quer fazer tudo dar certo, parece que algo vai pra trás.
Legal você fazendo trabalho voluntário!
Também gostaria de fazer algum, lá na serra sempre fiz, inclusive asilos, escolas, mas cidade grande até pra fazer o bem é complicado.
Boa semaninha então!
bjs

Cantinho da Cê disse...

Boa tarde Liza,

É como a Lúcia falou, só a gente para achar as coisas, filho e marido procuram, procuram e não acham nada...

Beijos,

Lucia Cintra disse...

Que coincidencia, tb fiz faxina ontem... Mas so na sala e no meu escritorio, nao tive tempo pro resto, rs.

Coisa mais chata, mas queria tudo arrumadinho pra poder decorar pro halloween. Bjos

Nilce disse...

Oi, Liza.

É muito gratificante fazer trabalhos voluntários. Podemos até achar que ajudamos os outros e os mais beneficiados somos nós mesmos.
Faxinar e ter que (des)faxinar é demais.
Tomara que vc encontre logo a chave. rsrs Fiquei pensando: eu nem tenho criança e perco tudo.rsrs

Bjs no coração!

Nilce