25 de maio de 2009

C'est La Vie!

Sim, estou sumidissima daqui, mas que coisa difícil de se achar esse tal de tempo. Tenho até procurado bastante, mas acho que ele se esconde de mim e a cada dia que passa me sinto mais longe de encontra-lo. Você acha que eh piada? Quer fazer uma experiência? Arrume um filho, mas não desses quietinhos. Tem que ser como o Miguel que veio com uma pilha que nunca descarrega. Pula, corre, brinca, chora, mexe em tudo que pode e não pode, exige de você atenção 24 horas, sem falar nos 4 olhos e na dúzia de mãos que você precisa ter pra dar conta de tudo que ele quer e ainda cuidar da casa, e olha que depois de tanta energia gasta, ele não precisa de intervalos pra recarregar. Ufa! Aja energia pra acompanhar.

E agora decidiu que não quer mais comer, pelo menos nada que eu prepare, apenas aquelas besteiras que a gente conhece bem e que comete o erro de apresentar pra eles. Aja estresse! Tá bom, eu sou bem flexível nesse ponto, e acho que já tá na hora de mudar isso por que a flexibilidade tá demais. Faço as coisas que ele gosta, mas agora nem isso ele quer. Acho que já percebeu que se ele não comer essa "comida ruim" eu vou trazer mais tarde uma "coisa bem melhor".

Agora desespero mesmo eh quando chega a noite. Miguel nunca foi um menino que precisou dormir bem. No inicio todo mundo dizia que eram as cólicas e que com 3 meses passava. Depois ouvia dizer que tudo ia melhorar quando ele completasse 6 meses, ou que depois de 1 ano as coisas mudavam. Nem com calmante (natural, mas calmante) ele dormia direito, nem deixando ele acordado o dia todo... nada adiantou com o Miguel. Recentemente ele melhorou, um pouco (por que nem tudo eh perfeito!). Já não mama a noite, mas ainda resmunga e por vezes chora querendo ir para a caminha da mamãe. E por mais que algumas pessoas critiquem (eu mesma antes de ter filho achava isso absurdo), pratico a cama compartilhada e garanto que isso não atrapalha em nada o relacionamento do casal, nem o desenvolvimento da criança (muitas vezes levo uma pesada no rosto, mas isso eh detalhe, né?) Mas, na semana passada simplesmente decidiu que não precisava dormir nada, ou melhor que queria dar apenas alguns cochilos e aproveitar a noitada com a mamãe ou com o papai (quem se candidatasse!). Uma semana e eu quase enlouqueci, ou fui parar num hospital por causa das dores de cabeça insuportáveis. E o Miguel? Mais energia que nunca. Pra melhorar no sábado tivemos que recorrer as gotas homeopáticas e olha que nem isso faz ele dormir 100% bem, mas pelo menos voltou a dormir.


Ah, para a experiência funcionar você precisa ser uma mãe dedicada, dessas que da muita atenção, senta junto pra brincar, e que mesmo sem tempo dedica tempo ao filho. Ah, além disso tem que dar conta da casa (ta bom, não muito bem) e dos estudos. Cansou!? Pois eh, vida de mãe não eh mesmo nada fácil, e por vezes eh um saco (e dizer ou pensar isso as vezes nao eh nada demais, viu?) mas garanto que eh recompensador. E o tempo? Já percebi que vou ter que aprender a viver sem ou encontrá-lo de vez em quando, afinal tenho certeza que o mais importante na minha vida eh dedicar- me inteiramente a quem me faz delirantemente feliz e o resto a gente vai levando. C'est La Vie!

5 comentários:

João o Astronauta disse...

Oh God!
me indentifiquei totalmente.
Tenho um filhote de quase 18 meses, e pela descrição do Miguel eles se parecem muito.
Pelo menos o João anda dormindo bem de noite (faz uns 2 meses que já dorme toda a noite), mas a hora saco (hehehe) é a hora de comer...
O unico jeito é invocar o mantra da maternidade.. "tudo passa" e exercitar a diario a maior virtude que uma mãe pode ter: a paciencia.

Te achei lá no blog da Laura, e vou aparecer por aqui mais vezes.

Um beijo. Flavia

Paula disse...

Adorei,
Amiga sei exatamente o que está passando, parece que estamos com a vida parecida ultimamente (hehehe), Larissa não está dormindo á noite, não quer comer (somente as besteiras), e o que me resta é a PACIÊNCIA...
Afinal ser Mãe, dona de casa, esposa, estudar... NÃO É PRA QUALQUER UMA NÃO!!!
Força viu, beijos enormes pra família aí...

Lucia Cintra disse...

Vixe, menina, aguenta firme ai. Sempre achei que o trabalho de mae e' o mais dificil do mundo e o qual mais tinha que ser recompensado. Imagino como voce deve estar um caco! A proposito, adorei a foto dele com a boca azul, kkkk!

E so de pensar que eu era assim tb de nao comer... coitada da minha mae. E sou enjoada pra comer ate HOJE!

Olha, ainda estou pra responder seu email, nao esqueci. Tenho um monte de coisas a te dizer e vou tentar te escrever amanha mesmo.

Te adoro! bjinhos

laesu disse...

Bom tem uma coisa que funciona comigo...chá de melissa (Melissen aqui na alemanha)....quem sabe!?!? Conheço algumas mães que usam com os filhos...pelo menos dá uma relaxada na criança!
Te achei não sei como na internet, também estou morando aqui na Alemanha....bjinho! Larissa

laesu disse...

Imagino como deve ser dificil!!!Sempre que eu estou muito agitada tomo chá de melissa...receita de algumas mães que conheço (aqui na alemanha chama Melissen e dá para achar em qualquer mercado).
Te achei por ai na internet...tambem estou morando aqui na Alemanha e depois vi que voce conhece vários blogs que costumo ler, mundo pequeno né!??! O meu é www.umahistoriaparacontar.wordpress.com
acho muito engraçada suas historias pois a maioria dos blogs que conheco por aqui as mulheres ainda não são mães...dai é interessante descobrir como é a vida de uma brasileira com filho aqui!! Bacanissimo! E parabéns pela prova..não encana não pois entender realmente é muitooo dificil!Bjinho Larissa