11 de março de 2009

"A vida é um pêndulo que oscila entre o sofrimento e o tédio” (Schopenhauer)

"A polícia alemã informou nesta quarta-feira que o adolescente de 17 anos que abriu fogo em uma escola da cidade de Winnenden, perto de Stuttgart, no sudoeste da Alemanha, foi morto.

O jovem matou três professores e pelo menos nove estudantes ao disparar tiros nesta quarta-feira dentro da escola secundária Albertville, onde havia estudado. Em seguida, ao deixar o local, o atirador matou um pedestre e fugiu de carro para a cidade próxima de Wendlingen.

Segundo porta-vozes da polícia alemã, o ex-aluno vestia uma roupa de combate preta durante os disparos na escola. Quando já estava em Wendlingen, o adolescente foi cercado no estacionamento de um supermercado.

Outras duas pessoas foram mortas pelo atirador durante a troca de tiros entre policiais e o adolescente, o que elevou o número de mortos para 15. Ao final do tiroteio, o jovem acabou morto pela polícia."

Infelizmente essas coisas não acontecem apenas em países pobres, mas também em países como a Alemanha onde as condicoes de vida são supostamente melhores. O que nos leva a pensar por que uma pessoa faz uma barbaridade dessas já que tem educação, segurança, saúde e se não passa fome? Já reparou também que muitos desses ataques ocorrem em cidades bem pequenas? Na minha opiniao algumas pessoas se encontram totalmente entediadas, principalmente no inverno rigoroso como o desse ano (mais rigoroso dos ultimos 100 anos segundo minha professora de alemao). Infelizmente muitos nao sabem lidar com esse tedio e se já são propensos a violência ou se tem uma difícil historia de vida, acabam cometendo esse tipo de loucura e destruindo a própria vida e a vida de pessoas inocentes. Acho que no fundo querem somente chamar atenção para si, infelizmente usando a vida de outras pessoas.

Diferentemente do Brasil, onde a maioria das pessoas já se acostumou com a violência, o que observei foi que a Alemanha está em estado de choque com essa tragédia. Em todos os canais da TV há um sentimento de perda, vergonha, desolação, tristeza. E claro há muito medo de que novos ataques aconteçam, já que geralmente, depois de ataques parecidos, algumas pessoas se identificam com o assassino e saem por ai matando também.

Espero que as famílias se recuperem e que Deus possa conforta-los afinal nem consigo imaginar mandar o meu filho para a escola e não te-lo de volta. Imagino a dor que estão sentindo. E também me orgulho muito de viver num país que se choca com a morte de outras pessoas, onde as autoridades cumprem o seu papel. Espero poder ver isso por parte das autoridades do nosso Brasil, afinal tragédias tão terríveis quanto essa, ou ainda piores, acontecem lá todos os dias.

Fonte: BBC Brasil

2 comentários:

Lucia Cintra disse...

Aqui tb tem desses casos de vez em qdo. E morria de medo pelo Al, pois ele foi professor por uns 5 anos. Nao da mesmo pra entender o que passa na cabeca dessas pessoas. Nao consigo nem imaginar o que as familias das vitimas estao sentindo!

Anônimo disse...

Por aqui (BH-Brasil) não é diferente.Acho que falta de limites por parte dos pais faz com que os filhos não saibam conviver com as frustrações.E pequenos "nãos" vira motivo para grandes desgraças.
So rezando para as familias inclusive para a dele.
Abraços,Lucia.