5 de setembro de 2008

Sobre a vírgula...


Recebi esse texto da minha grande amiga Vivi e resolvi postar aqui. Depois de dois anos morando fora, mesmo falando todos os dias com o Bebeto e com o Miguel, me pego cometendo erros terríveis de português. Troco letras, esqueço palavras e as vezes jogo o verbo para o final da frase por causa do alemão. As vezes nem mesmo eu consigo me entender. Fico pensando que quando voltarmos para o Brasil vamos precisar urgentemente de um cursinho de português. Então, não assustem se ao ler minhas postagens se depararem com palavras absurdas.

Sobre a Vírgula


Vírgula pode ser uma pausa... ou não.
Não, espere.
Não espere.

Ela pode sumir com seu dinheiro.
23,4.
2,34.

Pode ser autoritária.
Aceito, obrigado.
Aceito obrigado.

Pode criar heróis.
Isso só, ele resolve.
Isso só ele resolve.

E vilões.
Esse, juiz, é corrupto.
Esse juiz é corrupto.

Ela pode ser a solução.
Vamos perder, nada foi resolvido.
Vamos perder nada, foi resolvido.

A vírgula muda uma opinião.
Não queremos saber.
Não, queremos saber.

Uma vírgula muda tudo.

Detalhes Adicionais
SE O HOMEM SOUBESSE O VALOR QUE TEM A MULHER ANDARIA DE QUATRO A SUA PROCURA.

Se você for mulher, certamente colocou a vírgula depois de MULHER.
Se você for homem, colocou a vírgula depois de TEM.



Ah, to postando uma foto que tiramos ontem. Fomos a Villingen, uma cidade bem próxima daqui, para pegarmos o meu visto definitivo. Foi legal, apesar de uma chuvinha bem chata. Tive que assinar um monte de papéis e todos falavam a mesma coisa: PRECISO ESTUDAR ALEMÃO. Uma nova lei alemã exige que as estrangeiras casadas com alemães façam um curso da língua, cultura, historia e politica alemã. O governo paga grande parte do curso, e temos que pagar apenas 1 euro por hora. Eu to gostando da ideia de estudar, afinal assim fico mais perto do meu objetivo que eh conseguir entrar numa faculdade alemã. Mas, meu coração também ta apertado. Não consigo me imaginar longe do Miguelzinho todos os dias por duas horas. Eh engraçado isso, nunca me imaginei tão apegada a uma pessoa. O Bebeto sempre fala com o Miguel que eles vão ter que ter bastante paciência comigo por que to passando pela "crise dos 8 meses". Essa crise eh quando o bebe descobre que eh uma outra pessoa separada da mãe e quer ficar com ela o tempo todo. Ele tem medo de perder a mãe, e quando ela não esta no campo de visão dele, ele acha que ela não existe mais. Mas, segundo a teoria do Bebeto, sou eu quem to vivendo esse medo da separação. O pior eh que acho que to mesmo.
Meu Deus, escrevi muito!!! Acho que este post vai ficar enorme... tomara que vocês não fiquem com preguiça de ler.

4 comentários:

Ana Beatriz disse...

Adorei a idéia do blog...
assim posso saber como andam as coisas com vcs ai na Alemanhã.
Que chique, agora é uma cidadã alemã???? Parabéns.
E estude, estude mesmo...
E o Miguelzinho hein?
Cada dia mais liiiiiiindo.
Crise dos 8 meses... hahahahaha... essa eu nao conhecia.
Bjos a vcs...

Liza Souza disse...

amiga, adorei receber seu comentario. na verdade fiquei pensando quem seria a primeira pessoa a postar aqui. queria que fosse alguem especial, pode parecer besteira, mas eh como se isso fosse me dar sorte. hehehehhehe
adorei que tenha sido minha grande e adoravel amiga, que apesar de distante esta sempre comigo. saudades...
beijos,

liza

Dunia lima disse...

Olá Lisa estou aqui faz 8 dias,em Furtwergan,queria seus contatos meu Watsaap e 83 86108746,meu facebook e Dunia lima,meu skype e limauniadunia,queria algumas informações,se possível amiga.

Liza Souza disse...

Dunia, nao consegui te localizar no facebook e nao tem watsaap. Você pode me enviar um email no delirantementefeliz@googlemail.com.
Vou responder com todo prazer e espero poder ajudar com suas dúvidas.