6 de setembro de 2008

Furtwangen in Schwarzwald - Como e por que viemos parar na Floresta Negra, Alemanha (Parte 1)


Todo mundo sempre faz a mesma pergunta: Como eh morar na Alemanha? Como eh a vida, as pessoas, a temperatura, a comida? Então, decidi que seria bom contar um pouco de como funcionam as coisas fora do Brasil. Também acredito que muitas pessoas que vão visitar o meu blog não me conhecem muito ou não sabem direito como eu vim parar por aqui. Vou começar então uma viagem no tempo, mas claro uma viagem bem resumida por que nesses dois anos aconteceram coisas demais. Bom, primeiro vou apresentar a vocês o meu novo lar.
Furtwangen é uma pequena (muito pequena) cidade localizada na região da Floresta Negra, sul da Alemanha. A população total eh de mais ou menos 10.000 habitantes, sendo que grande parte dessas pessoas são idosas, outra grande parte são estudantes vindos de todas as partes do mundo. Aqui existe uma universidade de ciências aplicadas (Hochschule Furtwangen) especializada em microeletrônica e informática. Eh considera uma das dez melhores da Alemanha(fico toda orgulhosa com isso, afinal eh nessa faculdade que o Bebeto fez o mestrado e agora trabalha como pesquisador). Uma grande atracão turística da cidade eh o Deutsches Uhrenmuseum (Museu do Relógio) que atrai muitas pessoas, principalmente vindos da Franca e da Suica, já que a cidade fica apenas 1 hora da fronteira com esses países. Furtwangen também eh conhecida como "Buraco branco na Floresta Negra" devido a grande quantidade de neve que cai por aqui. No inverno antes da nossa chegada cairam 2 metros de neve. A temperatura media anual eh de 4 graus, mas já chegamos a ver -7 graus o que dizem não ser nada, já que a temperatura aqui pode chegar a -20 graus. O que acho mais curioso eh que aqui chove o tempo todo... acho que toda a chuva do mundo passa por aqui antes de ser distribuida por outros lugares.
Sabe o que mais gosto aqui? As casas são como as casinhas de desenho animado, aquelas que desenhamos quando somos crianças, com direito a chaminé e tudo mais. Alem da cidade ser rodeada de pinheiros e se respirar um ar relativamente puro. Eh uma cidade de interior, fascinante, aconchegante, romântica, bucólica. Mas, quem eh muito ligado a festas, agito, boates, jamais poderia viver aqui. A cidade tem apenas um bar noturno, alem de alguns cafés e bares mais simples. E difícil ver alguém perambulando pela rua a noite, na verdade no inverno nem durante o dia. Os alemães gostam de ficar em casa na frente da tv. As festas por aqui, geralmente são a tarde, e ricas em bolos e chás. Ah, tem também a tão famosa cerveja alemã e as salsichas. Os alemães não vivem sem elas. A cerveja aqui eh muito barata, e tem para todos os gostos. Segundo o Bebeto, já que não gosto de cerveja, ate as sem álcool são muito boas.
Sempre ouvi dizer que os alemães são grossos, mas vivendo aqui aprendi que não eh bem assim. Na verdade, eles são diretos... dizem sim ou não, não vivem rodeando, são claros, educados, não oferecem uma comida ou recebem alguém em casa só por educação. Educação pra eles eh sempre dizer bitte (por favor) e danke (obrigada) e isso eles valorizam nas pessoas. Respeitam o direito dos outros e exigem que o direito deles sejam respeitados. Agora na questão de relacionamento me parecem bem mais frios que os brasileiros. Eh difícil ver um casal alemão cheio de muito amores, beijinhos e carinho como os latinos. Também não são muito ciumentos. Prestativos, dispostos a ajudar sempre, eh assim que os vejo, pelo menos tem sido assim nos últimos dois anos.
Resumindo, Furtwangen eh uma cidade muito linda e gostosa para se viver principalmente quando se tem um filho. Aprendi a amar essa cidade... claro que ela se tornaria perfeita se a minha família e amigos morassem aqui, se tivesse mc donalds, feira hippie, shopping, praia, calor, pastel frito, guarana, pão de queijo... mas nem tudo pode ser perfeito.

Essa historia continua...

4 comentários:

eduard disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...

Ei Beth, adorei tudo que vc escreveu.As fotos estão lindas e a vontade de viajar com vcs enorme.Vou te acompanhar sempre.
Abraços com muito carinho,Lucia.

Liza Souza disse...

ei lucia!
que bom ver seu recado aqui. adorei saber q vc e minhas irmazinhas do coracao estao me acompanhando. vou sempre colocar as fotos e as novidades aqui. ah, manda noticias de vcs tbm, viu?
um grande beijo

Maira disse...

Bom, cai aqui de gaiata, pois "vi" vc no blog da Sandra e resolvi fucar...hehehee...Acho interessante ler seu ponto de vista, pois ele prova q cada um é cada um e cada um sente de uma forma as coisas. Eu também estou aqui há quase 2 anos sem permissao de trabalho e acompanhando meu marido, mas nao vejo a hora de ir embora. Estou bem, mas desde q cheguei sabia q tinha um tempo certo. Tudo é baseado em valores, né!? E cada um tem os seus. Pra mim o mais importante é o calor humano e esse nao tem igual ao dos nossos amigos e familiares q cresceram com a gente. Mas conheco muitos brasileiros q dao valor à seguranca e qualidade de vida, logo SEM DÚVIDA preferem a Alemanha. E viva as diferencas! (((-: