26 de setembro de 2008

Lei de Murphy!!!



Já ouviram falar da lei de Murphy? Aquela que explica por que o pão com a manteiga sempre cai com a parte da manteiga para baixo, que explica por que a fila do lado sempre anda mais rápido. Depois de duas semanas sem chuva, ontem a bendita chuva resolveu aparecer. Até ai tudo bem, se não tivessemos que fazer uma pequena viagem para resolver aquele assunto do meu curso de alemão. Imaginem: frio de 5 graus, somado a chuva que não para, e menino pequeno. Sair com menino pequeno eh definitivamente um problema, principalmente na chuva. Você precisa levar o carrinho e eh um saco entrar com ele em ónibus, descer e subir escadas nas estacoes de trem. Levar papinha, mamadeira, água, paninho pra limpar a boca, fraldas, pomada, lenço umedecido, roupas reservas, brinquedos, além da sombrinha. Para aguentar o frio que tava ontem, tive que empacotar o Miguelzinho: meia calca, meia, calca, body, pulover, casaco, toca. Mas, o Miguel odeia sentir calor. Então, toda vez que chegavamos no onibus, trem ou em algum lugar tinhamos que desempacotar a pessoa. Perdi a conta das vezes que fizemos isso. E todo esse sacrifício pra chegar em Schwenningen e dar com a cara na porta. A mulherzinha que ia me atender passou mal ontem. Não que ela não tenha o direito de passar mal, mas não podia ser outro dia? Isso sem falar que perdemos o onibus na volta e chegamos em casa quase 10 horas da noite, depois de esperar uma hora pelo trem em Villingen e 40 minutos pelo onibus em Triberg. Maldita lei de Murphy!!!

Tirando o estresse da viagem, foi bom. Deu para perceber que definitivamente o outono chegou. Já eh possivel ver folhas de todas as cores caídas no chão. As árvores balançando de um lado para o outro como se estivessem dançando. È uma época linda. Acho que o outono eh a estacao mais marcante aqui na Alemanha por causa das cores impressionantes. Além do espetaculo da natureza, outra coisa muito boa dessa época, eh que o horário de verão acaba e a diferença de fuso horário com o Brasil diminui. Passa a ser de quatro horas e assim que começar o horário de verão no Brasil, melhora mais ainda. Serão apenas três horas. Pode parecer loucura, mas parece que diminuindo a diferença do horário eu me sinto mais perto de lá, mesmo que a distancia continue a mesma.

Fomos a algumas lojas e comprei pantufa pra toda a família, toquinha, luva e cachecol pro Miguelzinho. Ficou um charme, mas ele não gostou das luvinhas. Ontem eu e o Bebeto conversamos muito sobre a nossa viagem pra Áustria. Faltando 1 semana, estamos pensando seriamente em cancelar. Vamos decidir isso hoje a noite. Depois de toda a dificuldade que tivemos ontem, pensamos que uma viagem longa de trem com o Miguel tão pequeno pode gerar mais estresse que lazer. O Miguel não consegue descansar no carrinho e fica nervoso demais. Isso sem falar que a noite dorme menos que o normal. To chateada com isso, por que planejamos isso com muito carinho. Mas, talvez uma viagem mais próxima, um castelo aqui na Alemanha, Franca ou Suica sejam opcoes mais acertadas pra gente e principalmente para o pequeno.

Hoje o Miguel levou o primeiro tombo da vida dele. Acho que até demorou demais, já que ele eh corajoso e vive tentando se jogar do carrinho e do sofá. Um minuto que fui na cozinha pegar a caneca dele, ele caiu do carrinho de cabeça no chão. Cheguei a ver o tombo, mas não pude fazer nada. Acho que ele assustou mais com o meu grito do que com o tombo. Tadinho dele, mas não tem como proteger o tempo todo. "Diz a lenda" que menino que cai de cabeça, fica inteligente... tomara que seja verdade.




Um comentário:

Lucia Cintra Stevenson disse...

Liza, seu filhote e' mt fofinho e fotogenico. Mas que complicacao tudo isso, e essa lei nao falha, ne?

Aqui ja ficaremos com o fuso de 3 horas de diferenca (o bom e' no verao) qdo so temos uma. Bjos