20 de fevereiro de 2009

Até onde uma doenca pode nos levar?

Eu pensei e repensei várias vezes em escrever sobre isso, pois realmente nao queria, mas devido ao rumo que a coisa chegou e com o questionamento de uma amiga do Brasil que tem acompanhado as noticias através da mídia brasileira, resolvi dar a minha opinião. Na semana passada a advogada Paula de Oliveira de 26 anos, declarou que teria sido atacada por três neonazistas numa estacão de trem em Zurique/Suica. Durante o ataque ela teria sofrido ferimentos pelo corpo e teria abortado seus bebes. A noticia veio como bomba no Brasil, principalmente por que a reacão da policia da Suica foi de duvidar da versão da advogada. Na estacão não houve testemunhas, ninguém viu neonazistas pelo bairro e ela só procurou por ajuda depois do aborto que teria sido no banheiro da estacão.

Depois de muita confusão, indignacão da imprensa brasileira e do próprio presidente Lula com o descaso da Suica com a brasileira, foi provado que Paula não estava grávida na ocasião do ataque e a mesma parece ter confessado ontem que foi tudo mentira. A família alega que Paula sofre de Lúpus, doença que pode causar ataques psicoticos, depressão, alucinacoes. Bom, o caso eh que agora de vitima, ela passou a ré e deverá responder na Suica por toda essa confusão.


Eu particularmente sinto muita pena da Paula. Talvez por já ter vivido muito tempo com problemas psíquicos dentro da minha casa, sei o que um surto psicótico pode fazer com uma pessoa. Acredito também que uma pessoa em plena saúde mental, jamais cortaria o próprio corpo, simulando um ataque com o objetivo de receber uma indenizacao. Posso estar enganada mas acho que ela não passa de uma menina perdida dentro de uma doença terrível e assustadora e que não tem a menor consciência de quanto mal ela fez a si mesma.

Meu desejo eh que tudo isso passe logo e que ela se trate, se ela realmente tem a doenca. E se ela nao tiver, que possa sofrer as consequencias da sua farsa. Espero tambem que o caso dela sirva de exemplo para que as pessoas entendam que aqui na Europa não se pode viver de mentiras, golpes de esperteza e falcatruas. A honestidade aqui esta acima de tudo e eles valorizam isso. Eles acreditam em você, partem do principio que você não tem motivo para mentir, mas se voce perde a confianca deles já era. Viver aqui lucrando em cima de outros, como muitas vezes vemos no Brasil eh impossível, pelo menos eu acredito que seja.

E se isso vai afetar o modo como as pessoas olham para os estrangeiros? Realmente não sei e se depender de mim não vai. Afinal, existem pessoas boas e pessoas más em qualquer lugar do mundo. Preconceitos com estrangeiros também existem, eh claro. Acho que se nos respeitarmos acima de tudo, respeitarmos os outros, sendo corretos em nossas acoes, honestos, transparentes nao temos o que temer, afinal pessoas boas atraem pessoas boas sempre, nao eh?

Um comentário:

Lucia Cintra disse...

Nossa, tinha ouvido falar nisso por alto, mas concordo com vc que deve ser devido a doenca. Acho q nenhuma pessoa sa se cortaria desse jeito.

Se fosse algo feito pra indenizacao mesmo, essas pessoas nao tem ideia como funciona o governo de outros paises, pois tanto ai na Europa e aqui nos USA, eles investigam tudo ate nao acabar mais.

Espero que receba mesmo a ajuda necessaria que precisa.

E mais uma vergonha pro povo brasileiro no exterior.

Bjos