4 de outubro de 2008

Oh vida, oh azar....


Acordei com uma vontade enorme de mudar desse apartamento. Não que eu não goste de morar aqui; eh relativamente barato, excelente localização (se eu tropeçar na porta caio dentro da farmácia, supermercado, padaria, sem falar que fica a dois minutos do trabalho do Alberto). Mas, algumas coisas tão difíceis de aguentar. Imaginem um frio de 1 grau sem aquecedor dentro de casa. O aquecedor não funciona, então temos que ficar empacotados o tempo todo e acho isso um saco. Se não bastasse isso, a vedação da janela do banheiro ta péssima, então o frio de fora entra pra dentro de casa, principalmente a noite e nós meio que congelamos ao irmos no banheiro de madrugada. A campainha também tá com defeito, eh preciso tocar bem de leve senão ela agarra e dispara e precisamos descer para resolver o problema. Lembra da lei de Murph, ne? A campainha insiste em agarrar quando o Miguelzinho tá dormindo.

Na ultima sexta, alguém resolveu tocar a bendita campainha 1 hora da manha. Resultado? Miguelzinho acordou e tive que ficar uma hora andando com ele pela casa pra fazer ele dormir de novo. Acha que tá demais? Como se não bastasse toda essa peleja, estamos com um imenso problema desde a quinta feira. Quando alguém usa agua no apartamento de cima, a agua misteriosamente sai dentro da minha pia do banheiro e da cozinha. Eh um nojo! Agua de banho, agua de cozinha daquelas bem sujas, cheias de gordura e pedacinhos de comida, caindo o tempo todo no chão do banheiro. Ligamos para o dono do apartamento e ele vai mandar uma pessoa pra arrumar, mas como na sexta foi feriado, isso só acontecerá na segunda e enquanto isso vamos testando nossa paciência. Por essas e outras comecei a procurar um apartamento novo, mas estamos sem opcoes. Ou pegamos um apartamento no centro por um preço absurdo, ou pegamos um apartamento afastado de tudo e enfrentamos uma caminhada de 30 minutos quando precisarmos, por exemplo, comprar fralda para o Miguel. Caminhada de 30 minutos parece bom, ainda mais quando você precisa praticar exercício físico, mas em Furtwangen eh um pouco complicado. A neve que cai aqui chega a 2 metros e se andar na neve sozinho já eh difícil, com criança imagino que deve ser bem pior.

Lembra da hiena Hardy dos desenhos animados conhecida pela sua famosa frase "Oh dia, oh azar"? To me sentindo um pouco assim. Mas, sempre penso que nós eh que fazemos a escolha de estar ou não estar bem, mesmo diante dessas coisas chatas do dia a dia. Por isso, apesar de ficar irritada com tanta coisa chata acontecendo, decidi não deixar isso me afetar demais. Problemas sempre vão existir, ne?

Ah, mudando o assunto e falando de coisas que valem a pena. Vou postar mais fotos da pessoinha que agora quer andar o tempo todo pela casa. Quem sofre eh a coluna do papai e da mamãe. Mas eh muito gostoso ver o desenvolvimento do nosso pequeno. A cada dia ele descobre coisas nova, já eh capaz de entender as coisas que falamos, já faz pirraca.





2 comentários:

Lucia Cintra Stevenson disse...

Que absurdo e' esse de vs nao terem o aquecedor funcionando? Vs alugam? Eles tinham que ir ai imediatamente arrumar isso e o resto das coisas te dando problemas. Eu odeio sentir frio, acho q ja estaria chorando, ainda mais com um bebezinho. Ele e' fofo demais, adorei as fotos. Bjos

Liza Souza disse...

ei lucia! pois eh, tbm acho um absurdo. ontem nosso vermieter ligou e disse que ate no maximo semana que vem resolve tudo. pelo menos o vazamento ja ta resolvido. e se ele nao providenciar logo, vou arrumar um outro apto e me mudar.
um beijo