22 de junho de 2009

Viagem para Köln

Passamos o fim de semana em Colônia, uma das maiores cidades da Alemanha e conhecida por sua imponente catedral gótica, uma das mais famosas da Europa. Além de ser conhecida por sua catedral gigantesca (construção mais alta da cidade com 144m de altura), Colônia também é conhecida por suas noites agitadas (não aproveitadas por pais com filhos pequenos, eh claro!).

É muito fácil se locomover pela cidade, pois quase todos os pontos turísticos estão localizados ao redor da catedral e junto a principal estacao de trem da cidade. Entre as atracoes vale destacar os museus: Museum Ludwig (Arte moderna e contemporânea), o Wallraf-Richartz-Museum (Arte do medieval até o século XIX), o Römisch-Germanisches Museum (Artesanato da época romana, com varias construções subterrâneas da época do império romano) e o Schokolade Museum (onde pode-se conhecer a história do chocolate, se deliciar com uma fonte de chocolate e ainda provar chocolates de todos os tipos. Há também uma biblioteca que foi a sede da Gestapo em Colônia a partir de 1935 que possui um centro de documentação nazista, com fotos, textos, vídeos, música. Inclusive está no prédio o porão para onde a Gestapo trazia os opositores ao regime, com as marcas que os prisioneiros deixaram.

Há restaurantes para todos os gostos e bolsos (algumas opcoes 24 horas), pubs, supermercados (alguns que funcionam até a meia noite), inúmeras lojas, hotéis por todos os cantos da cidade. Sem falar nas praças com parques e na beleza do rio Reno que corta a cidade. Interessante andar por uma cidade tão bonita e pensar o quanto severamente ela foi atingida pela segunda guerra.

Minha maior decepção na viagem foi a visita ao restaurante brasileiro, lugar que realmente não pretendo voltar e que não indico. Apesar de ter uma bonita e aconchegante decoração, fomos três vezes ao restaurante que estava fechado não cumprindo o seu horário de funcionamento estampado na porta (considero isso um desrespeito aos clientes), a comida não eh tão boa (mesmo não sendo uma excelente cozinheira, como melhor em casa) e o atendimento deixa muito a desejar (falta o carisma e o calor humano brasileiro). Os dois primeiros detalhes eu poderia desconsiderar, mas de um bom atendimento eu não abro mão.

Também continuo achando muito estressante viajar com crianças, principalmente se elas são chatas para comer. Imagina o estresse de passar 3 dias com o Miguelzinho aceitando apenas batata frita. Faltou paciência e sobrou preocupação! Resumindo: viajar é ótimo, mas chegar em casa é ainda melhor!

8 comentários:

Lucia Cintra disse...

Sou doida pra conhecer lugares historicos assim. Estar fisicamente em castelos, igrejas e catedrais onde essas pessoas antigas viveram. Tipo, estaria andando por onde andaram, tocando onde tocaram, etc... Acho facinante! Amei as fotos! Esse lugar fica mt longe da sua casa?

Bjos

Liza Souza disse...

Ei Lu!
Infelizmente eh um pouco longe. Com trem rápido gastamos umas 5 horas, mas se formos com trens normais gastamos umas 8 horas. Mas, quando voce vier me visitar, já teremos carro, entao vai ficar mais fácil.

Dona Flor disse...

Por pouco a gente não estava lá juntas, né?
Fica para uma próxima!!
Beijos!!!

Dri Viaro disse...

Ah que lugares lindos Liza, pq nao me chamou pra ir junto?rsrsrs


bjssss

arlete soffiatti disse...

Oi, Liza,
Imperdoável! Passou bem pertinho e nem deu um sinalzinho pra mim!. Da próxima vez vamos ver sea gente se vê.
Bjs e obrigada pelo elogio que fez a minha Lara.

arlete soffiatti disse...

Ah, qual o restaurante brasileiro que voce se referiu pra eu não perder meu tempo indo lá?

Liza Souza disse...

Dona Flor, tomara que essa data chegue logo. Nao vejo a hora de te conhecer.

Dri, pode deixar que da próxima vez te aviso antes para voce vir junto, ok?

Arlete, o pior eh que fiquei 3 horas sentada em Wachtberg (30 min de Bonn)esperando a reuniao do meu marido esperar. Se soubesse que ia demorar tanto, poderia ter ido passear em Bonn. Ai, nao consigo nem lembrar. Ah, o restaurante chama Café Brasil. Realmente nao me senti bem lá e a proprietária nao foi nada simpática em nada que eu perguntei. Uma pena, né?

Beijos,
Liza

Laura disse...

Pelas fotos da pra ver o quanto é bonito mesmo!!!
Vc tocou num assunto bem delicado, que sao os restaurantes brasileiros por aqui, vou resumir o que constatei: decepçao. Sempre tem uma ou varias coisas pra desanimar.

Beijos e animo pras proximas viagens, pq com criança o que num pode faltar e coragem;