21 de abril de 2009

Crise dos 30

Li um post no blog da Bia (uma amiga daquelas que fazem a vida valer a pena e que me faz acreditar num mundo melhor por que ainda existem pessoas generosas, honestas, batalhadoras e que plantam o bem) sobre a crise dos 30 anos. Engraçado eh que hoje, enquanto organizava uns documentos que o Alberto me pediu, me peguei olhando fotos antigas e fiquei pensando como mudei ao longo desses 31 anos de vida.

Eu sempre ouvi: Se não casar até os 30 não casa mais, fica para titia. Portanto, acho que a crise dos 30 anos, tem mais a ver com cobranças externas do que com os próprios sentimentos da mulher. Claro, quem de nós não questionou em algum momento da vida o que estamos fazendo com as nossas vidas? Será que realmente estamos no caminho certo?

Segundo alguns psicólogos, essa crise existe sim e pode surgir mais cedo ou mais tarde dependendo da vida que a pessoa leva. Mas, geralmente eles observam uma grande angustia em pessoas por volta de 28 a 34 anos. Segundo a psicóloga Tatiana Karinya "essas pessoas estão extremamente angustiadas porque realizaram tudo que haviam se programado (tem casa, carro, emprego, casamento, filhos, etc.), ou porque não conseguiram realizar todos estes sonhos. Vale lembrar que parte destes sonhos ("o que Albert Camus chamou brilhantemente de ilusões) fazem parte, muito mais, de uma expectativa da sociedade do que de uma realização pessoal.

Acredito que o ser humano passa por vários momentos de crise no decorrer da vida, afinal vivemos em constante crescimento e crescer dói muito. Mas, também acho que devemos aproveitar a crise e tirarmos coisas boas dela. A crise não eh uma coisa má, como muitas pessoas pensam. A gente cresce, amadurece, se transforma, se descobre em momentos difíceis.
"Não importa o momento, a dor deve ser respeitada, reconhecida, cuidada e compreendida. Só assim, poderá ser transformada em qualquer outra coisa que não machuque."

E você, já passou ou está passando por essa crise?

3 comentários:

Ana Beatriz Ribeiro Amaral disse...

Adorei o comentário sobre a minha pessoa.
Pode parecer falta de criatividade, mas faço das suas as minhas palavras.
Agora temos mais uma forma de compartilhar nossas ideias.

Maira disse...

Uma post pra fazer a gente refletir e que me fez muuuuito feliz, sabe por quê? Porque já vivi tantas crises na minha vida e agora com 30 sinto que a vida está só comecando...hahahaha... sério! Meu Deus tenho tantos sonhos, tantas coisas que quero realizar e só me bate aquele aperto qdo penso que só tenho mais uns 50-70 anos a mais pra fazer tudo que quero! Dá um desespero danado. (((-: Amei sua forma de pensar e peloamordedeus nada de crise, pois minha vó sempre dizia q a vida da mulher comeca aos 30 e ela está, no meu caso, certissíma! Pensa que a gente continuasse com 20 ia ser muuuuito pior... hehehehe... Bjksss!!!! Amei os últimos posts com fotinhos da família feliz, mas tô ruim de comentar ultimamente...afff... nao eh falta de tempo, mas sim "falta de foco"... doidinha... Agora fui! Se cuida!!!

Anônimo disse...

Bete,ví vc em janeiro depois de alguns anos.Como te conhecí muito joven notei diferenças sim, mas para muito melhor.Mais bonita, mais alegre e acima de tudo muito determinada.
Que venham as outras crises sempre nos sairemos bem.
Beijos,Lucia.
Ah! a Helena ganhou nenem?