13 de dezembro de 2011

Mau humor

Ah, eu sei! O blog tá abandonado e isso me deixa triste demais. Eu adoro escrever aqui, me relaxa, sem falar que eu gosto da ideia de ir escrevendo o dia a dia para que os meninos conheçam um pouco da nossa história quando estiverem maiores. O pior, é que se fosse só o blog que tá ficando de lado na minha vida, era fácil para resolver. Eu passo o dia, de um lado para o outro tentando dar conta de tudo. Sei que não sou uma super mulher, que não preciso resolver os problemas do mundo num dia só, mas alguém me ensina conviver com a frustração de não ter tempo para nada, nada mesmo.

Acho que final de ano estressa a gente mais ainda. É uma porção de festinhas de natal para todo o lado e com elas o pedido que você leve um bolo ou alguns biscoitos natalinos. Tem festa na escola, na escola de música, na empresa onde o marido trabalha. Tem aquelas listas enormes de presentes que você tem que providenciar, saindo debaixo de chuva ou neve, num frio de lascar, fazendo um malabarismo danado para empurrar o carrinho e segurar a sombrinha. Tem as enormes filas das lojas, que te fazem cozinhar mais tempo dentro de três ou quatro camadas de roupa.

Tem a viagem para o Brasil a menos de um mês, que deveria ser motivo de alegria, mas que gera um estresse danado, quando você lembra das cobranças que vai ter que aguentar de algumas pessoas lá. Tem também a lista de encomendas dos amigos, dos parentes; os presentes que você jura que não vai levar e acaba vendo que não tem jeito. Tem as malas para arrumar e a tarefa quase impossível de fazer tudo caber lá dentro e de transformar todas as tralhas em 23 quilos.

Ai, gente! Hoje eu to com um mau humor danado e acho que nem deveria estar escrevendo aqui. Mas, se eu não desabafo um pouco, acho que não durmo hoje! Será que esse mau humor está ligado ao fato de estar ficando mais velha na semana que vem? Eu deveria estar feliz, afinal adoro meu aniversário, vou comemorar com 3 amigas que ganhei por causa do blog, depois vou ter um natal especial com a família que Deus nos deu aqui na Alemanha e depois vou comemorar o aniversário do meu pequenino que já vai completar 4 anos.

Deveria estar feliz, por que apesar das dificuldades normais do dia a dia, do fato de não dormir direito há quase seis meses, de ter minha casa em estado caótico, de não ter tempo para estudar para tirar a carteira de motorista, de não ter tempo para exercitar, de ter que sair debaixo de chuva umas 4 vezes por dia para dar conta das obrigacoes sociais do Miguel, tudo vai bem. Mas, tem dias que são assim, não são? O mau humor vem com forca total e sai derrubando tudo ao redor. Bom, ainda bem que ele passa rápidinho também. Mas, por hoje, só por hoje, vou ser egoísta e reclamona. Tomara que eu não afugente ninguém daqui.

Vou deixar esse pequeno trecho aqui para ler amanha bem cedo e para nao deixar que meu mau humor me faca esquecer, que mesmo nesses dias difíceis eu nunca estou só:
"Se começarmos o dia sabendo que Deus o fez, e nos permitir viver nele, nossa perspectiva será sempre positiva, mesmo que os dias possam vir a ser ruins."
"Este é o dia que o Senhor fez; vamos regozijar-nos e alegrar-nos nele." - Sl 118:24

5 comentários:

Lúcia Soares disse...

Liza, sei bem como você se sente, pois estou na mesma situação. Tirando o fato de não ter bebê em casa, mas trocando por uma linda menininha de 3 anos, que requer atenção o tempo todo...Não gosta de brincar sozinha e como estou sem ajudante, já resolvi, depois de muito stress que as manhãs foram feitas para apenas arrumar as camas e mais no finzinho dela começar o almoço...O resto é só por conta da Letícia. E depois do almoço, quando ela vai pra escolinha, aí é que a casa é varrida, tirado o pó, arrumada a cozinha...Tudo isso é desgastante para quem está com 30 anos, imagina pra quem tem quase o dobro...(não faça conta nenhuma!!! rsrs)
Então, querida, o jeito é levar como der. Cheguei à seguinte conclusão (velha, aliás); arrumação é uma coisa, limpeza é outra. Se não há arrumação, mas tudo está limpo, higienizado, não tem problema algum. Tudo pode esperar.
(arrumado é tudo nos lugares, nos mínimos detalhes, nem um grampo solto pela casa. Não consegue? Paciência!
Limpo é manter pelo menos a cozinha arrumada e o(s) banheiro(s)
organizado e limpo. O resto é absolutamente o resto! rsrs)
Roupa pra lavar, roupa pra passar...Vai devagarinho, um dia a pilha diminui. rsrs
Beijo e curta cada momento, não se cobre demais!

✿ chica disse...

Há dias nos quais só vemos os buracos do queijo,sr depois passa!!beijos,bons preparativos! chica

Ma disse...

Ahm eu tô assim quase todo dia! Mas olha, tô desistindo de tentar fazer tudo e já abri mão de certas obrigações que vou deixar pras outras mães de um filho só com mais tempo, por exemplo, não levei bolo, nem biscoito pra lugar nenhum esse ano, quando muito comprei um pronto e olhe lá. Diminui os compromissos da Julia pra ter que sacrificar menos a Laura nesse frio e comprei TODOS os presentes de Natal pela internet, facilitou muito. Força aí, estamos no mesmo barco. Bjs

Lucia Silva disse...

Querida Bete, tenho uma coisa muito simples pra te falar: CALMA. Uma coisa de cada vez. O que der pra fazer faça se não der f#*&#. Mães, donas de casa dão conta de muita coisa mas temos que ver as prioridades.
CALMA.
Bjs.

Lucia Maria disse...

Ai Liza, esse assunto de encomendas me irrita, sabe? Fico irritada ate mesmo quando meu pai entope malas pra levar coisas pro Brasil.

Ja eu, nem falo pras pessoas que estou indo, pois eu nao levo encomenda nenhuma. Pode me chamar de ma, mas sabe? Levo presentes pra certas pessoas, mas nao me pecam encomendas, rs.

Espero que passando essas festas, voce consiga aproveitar a viagem e relaxar. Pelo menos vai estar num clima mais quente e so isso ja ajuda!

bjos, Lu