25 de fevereiro de 2010

Recebendo sinais

Estava pensando em como recebemos pequenos sinais no dia a dia, mas como algumas pessoas não conseguem percebe-los e decifrá-los. Desde muito nova tenho sonhos que me dizem sobre algumas situacoes que ainda não aconteceram. Certa vez tive um sonho onde Deus falava comigo que eu precisava orar pela minha mãe, pois ela estava passando por uma situação difícil. Eu revirava na cama, acordava por causa do sonho, mas com muita preguiça voltava a dormir. Passei a noite toda sonhando o mesmo sonho, acordando e resistindo em levantar e fazer oracoes. No outro dia pela manha a mamãe me ligou pois quase tinha morrido durante a noite com pressão altíssima e hemorragia. Nem preciso dizer o quanto me arrependo de não ter vencido a preguiça e de ter recebido e entendido esse sinal, né?

Um dia antes da nossa viagem de volta para a Alemanha tive um sonho com um acidente de carro. O carro capotava em câmera lenta e durante o acidente, enquanto eu orava, sabia que não iria sobreviver. Quando levantei disse ao Bebeto que ele deveria dirigir com muito cuidado por causa do sonho e claro orei e repreendi esse acidente. Quando voltávamos a noite do sitio, um motoqueiro bateu no nosso carro. Ele nos cortou pela direita, na pista da direita entre a pista e o passeio. A nossa sorte e a sorte dele, é que o sinal estava amarelo e o Bebeto estava com a velocidade bem reduzida para parar no sinal. Ele ao contrário corria muito. Felizmente ele só teve um braço e uma perna quebrada e perdeu um pedaço do dedo que foi esmagado no impacto da moto com o carro. Pela velocidade da moto o acidente poderia ter sido bem pior. Levamos um susto muito grande e a minha mãe ficou muito nervosa pensando que o rapaz tinha morrido e acabou desmaiando no meio da rua.

Acho que cada um tem uma explicação para esses sinais, mas eu vejo como um aviso de Deus, a maneira como ele protege e cuida de cada um de seus filhinhos. Algumas situacoes são inevitáveis na vida das pessoas e imagino que Deus diga lá no céu que essas situacoes podem acontecer, mas que Ele nos guardará do mal e nos protegerá de todas as coisas ruins. Sinto que Deus me avisou desse acidente, me dando a oportunidade de clamar, de me colocar em suas mãos poderosas e de evitar que acontecesse algo pior. Me sinto tão feliz quando penso na pureza e incondicionalidade do amor de Deus e na maneira tão linda que Ele cuida de cada um de nós. Acredito que todos podemos receber sinais, independente de religião e que eles vem de forma diferente para cada pessoa e de acordo com a necessidade de cada um. E você já parou para pensar sobre isso?

Estou ouvindo:

5 comentários:

Lúcia Soares disse...

Liza, não gosto de pensar que sonhos podem ser "avisos". Nunca sonhei nada premonitoriamente e acho que teria medo se acontecesse.
Mas se é comum acontecer com você, o certo é prestar atenção e "cercar" possíveis acontecimentos, né?
(Obrigada pelos votos de boa viagem. Embarco amanhã, 26, cedo. Beijos!)

Eve disse...

Uns seis meses antes de Paulo ter a resposta do trabalho dele, minha mãe sonhou com ele nuna sala e um monte de adolescentes... professor, né?
Uns dias antes de viajar, sonhei com a rua do nosso apartamento...
Outros sinais? Um monte. É bom quando são bons!

Bjs!

Paula disse...

bom, eu não tenho religião.
Mas comecei a perceber mais conscientemente esses sinais. Sabe o famoso "6. sentido"? aquele friozinho que te dá na barriga? aquela pulga atrás da orelha?
Não me deixo influenciar totalmente por eles, mas fico mais atenta.

Lucia Cintra disse...

Eu sou como a Paula, nao tenho religiao, mas presto muito atencao nas coisas, nos sinais, nas mensagens do sonho. Porem esses, eu nao levo ao pe da letra. Eu tento entender a mensagem por tras dos simbolos dos sonhos, principalmente se sao repetidos e tendo analiza-los de acordo com o que estou passando na minha vida.

Os seus foram interessantes. Acho que de uma maneira, estamos muito ligados as pessoas que amamos, talvez por isso voce pode sentir o que sua mae estava passando. Mas, nunca vamos saber ao certo como isso funciona (alias, nao vou dizer nunca, talvez quem sabe um dia?), o importante eh continuar prestando atencao nas coisas pra aprender e crescer com elas.

bjos

Ana Beatriz Ribeiro Amaral disse...

Acredito muito nesses sinais. Seja sonhos, pressentimentos, intuição...
Eu nunca tive sinais tão claros assim como os seus. Creio que os sinais estão ai, só que as vezes não prestamos atenção a isso. Eu não deixo passar nada em vão.