13 de janeiro de 2011

A alegria virá ao amanhecer

Hoje eu recebi uma noticia ruim lá do Brasil. Nessa hora, tudo o que desejei foi ter o poder de acelerar os ponteiros do relógio e fazer 10 dias passarem tão rápido que eu chegasse lá hoje mesmo. Que pretencao a minha! Como se minha chegada pudesse melhorar ou resolver alguma coisa...

Quando a gente mora longe, aprende que a maioria das coisas não está nas nossas mãos e que estar longe ou perto não muda isso. Mas, é fato que estar perto das pessoas que amamos nos traz conforto e que esse é o desejo do coração quando sabemos que alguém que amamos está atravessando uma fase difícil. Nesses momentos de aflição, aprendi que só tenho que me apegar a minha fé em Deus e acreditar que Ele está no controle de todas as coisas e que o que eu não posso fazer, Ele pode.

Eu estou bem, mantendo a tranquilidade, por mim e pelo bebê que carrego no ventre; pelo Miguelzinho que precisa de mim; pelo meu marido que está numa fase de estresse, tendo que fazer em uma semana o que gastaria um mês para fazer; pela minha família; pela certeza que todos os momentos difíceis que a gente enfrenta na vida, nos prepara para algo grandioso que geralmente vem bem em seguida e principalmente por saber que Deus sempre nos carrega em seus braços nos caminhos difíceis de trilhar. Ele é e sempre será a minha alegria, a minha forca e a minha certeza de que tudo ficará bem. A alegria virá ao amanhecer!

6 comentários:

Chica disse...

É linda essa confiança ,não? Faz bem! Tudo de bom pra todos !beijos,chica

Inaie disse...

nao desanime, querida!!

Lúcia Soares disse...

Liza, se eu puder ajudar, conta comigo!
Enquanto não chega, o jeito é colocar mesmo nas mãos Dele, que tudo proverá.
Beijo!

Nilce disse...

Oi Liza

A fé e a confiança em Deus nos tranquiliza sempre.
Você é uma escolhida por Ele.
Muitas bênçãos a você e aos seus, minha querida.

Bjs no coração!

Nilce

Celia Rodrigues disse...

Oi, Liza! Que prazer conhecer o seu blog! Encontrei agumas afinidades por aqui... Volto com mais tempo depois.
Abraço!

Macá disse...

Liza
Fique calma; você precisa: pelo bebê, pelo Miguelzinho e pelo seu marido que deve estar precisando muito do seu apoio. E você está bem amparada. Quem está com Deus, tem muita força.
bjs